Publicidade

Por Aline Jesus; Para O TechTudo


Os amantes de carros provavelmente ficaram assustados nas cenas de perseguição do filme "007: Operação Skyfall". Afinal, um Aston Martin clássico acaba explodindo em uma das sequências de ação. Mas graças à tecnologia dos estúdios cinematográficos atuais, nenhum veículo de verdade sofreu com as consequências das aventuras de James Bond. Foi utilizada uma impressão 3D do automóvel para a gravação.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

Miniatura do carro de James Bond foi feita com impressão 3D (Foto: Reprodução) — Foto: TechTudo

A equipe de efeitos especiais do filme entrou em contato com uma empresa especialista no ramo, a Voxeljet, e traçou a logística necessária para a impressão. Utilizando a impressora 3D bem maior do que as tradicionais, a VX4000 com capacidade de 8m³, eles criaram três modelos em escala 1:3 do Aston Martin original, o DB 5, de 1960, famoso por ter sido utilizado no início da série do agente secreto britânico há 50 anos.

As miniaturas foram montadas baseando-se em 18 componentes individuais do carro. Assim, foi possível dar mais realismo às funcionalidades do Aston Martin na tela. Com esta tecnologia, o modelo ficou mais parecido com o original do que se fosse criado à base somente de conteúdo computadorizado. Depois de prontos, os modelos foram para Londres, onde receberam o acabamento para ficarem iguais ao DB5.

Um dos modelos acabou sendo explodido nas cenas do filme, enquanto outro foi leiloado por US$ 100 mil (R$ 200 mil) em um evento organizado pela Voxeljet. O belo Aston Martin original, por sua vez, segue sem arranhão e fazendo parte da incrível história de uma das sagas mais bem sucedidas da história do cinema mundial.

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Via Gizmodo

Mais do TechTudo