Publicidade

Por Arthur Figueiredo; Para O TechTudo


A série Burnout se perdeu um pouco pelo caminho. Seu ápice veio nos jogos Burnout 3 e Burnout: Revenge, que se concentravam em corridas puramente arcade, com velocidade alucinante, total desrespeito às leis de trânsito e, principalmente, batidas detalhadas e espetaculares. As batidas se tornaram tão famosas neste jogos que até tinham seu próprio modo de jogo, o “Crash”, cujo objetivo era criar a maior batida possível, envolvendo vários veículos em um determinado cruzamento. Sua pontuação era dada pelo prejuízo coletivo causado. 

Burnout Crash (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

Quando foi anunciado pela Electronic Arts algumas semanas atrás, Burnout Crash!(sim, com o ponto de exclamação, assim como Punch-Out!!) foi cercado de rumores e especulação, pois ninguém sabia se seria realmente uma versão estendida do infame modo de jogo. Planejado como download para PSN e Xbox Live, o título está sendo vendido como um retorno às raízes da franquia, mas pelas primeiras imagens divulgadas, não é exatamente o que estávamos esperando. 

O modo Crash é realmente a base do jogo, mas a nova visão aérea (digna dos primeiros jogos da série GTA) parece deslocada em um jogo como Burnout, embora a perspectiva seja capaz de mostrar melhor a escala do desastre causado. No release para a imprensa, o diretor criativo do jogo, Richard Franke, conta que “é uma mistura de pinball e game shows.” 

“Evoluímos a jogabilidade do modo Crash que todos adoravam e expandimos a experiência usando música, estilo e a Autolog [rede social entre os jogadores de games de corrida da EA, como Need for Speed] para criar o que vemos como a diversão mais despretensiosa possível em qualquer plataforma de games.” 

O jogo possui 18 diferentes cruzamentos com várias configurações, incluindo viadutos, ruas paralelas e grandes curvas. O problema é que a falta de detalhes que a visão panorâmica em terceira pessoa tinha nos games anteriores, e a falta de uma jogabilidade tridimensional podem prejudicar a diversão de Burnout Crash!, tornando-o um jogo raso demais, literalmente. Ainda é cedo para criticar o título, mas pelo que podemos observar, ele não parece ser digno do nome Burnout. O jogo será lançado até setembro. 

Via IGN

Mais do TechTudo